Profissionais da UPA Sabará recebem primeiras doses da Coronavac

por Guilherme Marconi - Grupo Folha
   
Gustavo Carneiro/Grupo Folha

Na linha de frente da Covid-19 na UPA Sabará, a técnica de enfermagem Rosimeire Oliveira de Paula, 53 anos, foi a primeira profissional da unidade a ser vacinada nesta terça-feira (19) no pontapé inicial da campanha de vacinação em Londrina. Ela está entre os 40 imunizados da unidade neste primeiro dia aplicação oficial. A expectativa da Secretaria Municipal de Saúde é concluir a imunização de todos os 200 servidores da UPA da zona oeste e 8.425 profissionais de toda Londrina que atuam no enfrentamento da pandemia até sexta-feira (22).

"É uma esperança muito grande dessa vacina ter eficácia para que a gente possa estar protegida e não levar a doença para casa. Tenho filho, marido, mãe e pai. Convivemos todo esse tempo com o medo, muita insegurança, muita dor dos pacientes, vendo pacientes sendo encaminhados para hospitais em estado grave" disse a servidora logo após receber a dose na unidade que recebe cerca de 500 atendimentos diários de Covid-19 ou de suspeita da doença.

Em 29 anos de profissão e trabalhando na UPA desde a inauguração em 2013, Rosimeire relata que nunca passou por momento tão difícil na carreira e aconselha a todos a se vacinarem. "Se tiverem a oportunidade vacinem. Isso porque está sendo um momento muito difícil para todo mundo. Foi um ano sofrido que mudou a vida de todos, espero que melhore para todos. Eu só tenho a agradecer este momento."

Continue lendo na FOLHA:

Expectativa da Secretaria de Saúde é imunizar profissionais da linha de frente e idosos em asilos até sexta-feira

Conteúdo relacionado: