Rio de Janeiro confirma primeira morte por coronavírus

por Catia Seabra - Folhapress
   

O governo do Rio de Janeiro e a Prefeitura de Miguel Pereira confirmaram, nesta quarta-feira (18), o primeiro caso de morte em decorrência do Covid-19 no Estado.

iStock

A vítima é uma mulher de de 63 anos. Ela morreu na terça-feira (17), no município de Miguel Pereira, onde vivia.

Empregada doméstica, trabalhava no Rio de Janeiro e entrou em contato com sua empregadora, que, ao voltar de uma viagem à Itália, foi submetida a teste e teve confirmada a doença.

"Estamos todos consternados e tristes. Meus sentimentos a familiares e amigos. Esse vírus nos atinge a todos. É momento de reflexão e de pensarmos nos que mais amamos. É por isso que reforço para que as pessoas não saiam de casa, que orem e que acompanhem todas as orientações do Ministério da Saúde e da nossa Secretaria de Saúde, para que sigamos juntos unidos contra esse mal que assola o mundo", lamentou o governador Wilson Witzel.

Segundo nota, a mulher, diabética e hipertensa, apresentou sintomas no dia 15.

Ela havia passado mal ao voltar do trabalho, sendo internada no hospital municipal Luiz Gonzaga na segunda (16). No fim da tarde do dia seguinte, terça (17), o material foi encaminhado para análise pelo Lacen (Laboratório Central Noel Nutels). O teste deu resultado positivo para coronavírus.

"Quero também expressar a minha solidariedade a essa família. Faço um apelo à população que acredite na gravidade da situação e siga as orientações das autoridades de evitar sair de casa e ir a unidades de saúde sem necessidade. Reforço que nós não vamos descansar na luta para que casos como esses ocorram em menor número possível", diz o secretário de Saúde, Edmar Santos.

Conteúdo relacionado: