Sarampo cresce no Paraná e vacina é a única forma de prevenção

por AEN-PR
   

O boletim epidemiológico do sarampo divulgado nesta quinta-feira (05) pela Secretaria de Estado da Saúde registra 16 novos casos confirmados da doença desde a última atualização, em 19 de fevereiro. No total, são 891 casos confirmados em 42 cidades, desde 29 de agosto do ano passado. Outros 1820 pacientes estão em investigação no Estado.

Sesa

O secretário da Saúde, Beto Preto, destaca a importância do alcance vacinal para o bloqueio da doença. "Estamos em campanha, precisamos ampliar a imunização contra o sarampo. Esta é a forma de nos blindarmos contra essa doença que parece simples, mas não é”. Ele alerta quem ainda não está imunizado. "Se ainda não tomou a vacina, vá até uma das 1852 salas de vacinação nas unidades de saúde e faça hoje, faça já, o quanto antes melhor. Você se protege e protege outras pessoas”.

De acordo com o boletim desta quinta, 468 casos confirmados são de pessoas de 20 a 29 anos - são os chamados jovens adultos. Esta é a faixa etária com maior ocorrência e também o foco da campanha. "Muitas destas pessoas não sabem se foram ou não vacinadas. Sendo assim, a indicação é a vacinação. Não há problema receber mais de duas doses, a vacina não faz mal à saúde”, reforça Beto Preto.

VACINAÇÃO - As crianças que têm entre seis meses e 11 meses e 29 dias também devem ser vacinadas. A população com idade entre um a 29 anos deve receber duas doses da vacina tríplice viral e de 30 a 59 anos, uma dose. A Campanha Nacional de Vacinação teve início em 10 de fevereiro e segue até 13 de março. "Entre 20 e 29 anos, aqui em nosso Estado, a pessoa deve receber uma dose da vacina como reforço, mesmo que já tendo duas doses da tríplice viral”, ressalta o secretário.

Veja o calendário de vacinação.

MUNICÍPÍOS - No Paraná, 42 cidades estão em surto por causa do sarampo, considerando que o Ministério da Saúde classifica como situação de surto ativo todo município que tenha um caso de sarampo confirmado.

Curitiba e outros 19 municípios que integram a 2ª Regional de Saúde (RS Metropolitana), somam 805 pacientes com sarampo, o que representa 90,35% do total:

Curitiba: 533

Almirante Tamandaré: 26

Araucária: 13

Balsa Nova: 2

Campina Grande do Sul: 7

Campo do Tenente: 3

Campo Largo: 28

Campo Magro: 10

Colombo: 63

Fazenda Rio Grande: 12

Itaperuçu: 1

Lapa: 2

Mandirituba: 1

Pinhais: 35

Piraquara: 25

Quatro Barras: 4

Quitandinha: 1

Rio Branco do Sul: 8

Rio Negro: 1

São José dos Pinhais: 30

No Litoral, que integra a 1ª Regional de Saúde (RS Paranaguá), há 9 registros em 3 municípios:

Antonina: 1

Matinhos: 1

Paranaguá: 7

Confira os casos no Interior:

3ª Regional de Saúde (RS Ponta Grossa):

Castro: 2

Ponta Grossa: 1

4ª Regional de Saúde (RS Irati)

Irati: 5

Mallet: 4

6ª Regional de Saúde (RS União da Vitória), tem 28 registros em 5 municípios:

Cruz Machado: 3

General Carneiro: 1

Paula Freitas: 5

São Mateus do Sul: 1

União da Vitória: 18

8ª Regional de Saúde (RS Francisco Beltrão)

Francisco Beltrão: 1

11ª Regional de Saúde (RS Campo Mourão)

Campo Mourão: 1

15ª Regional de Saúde (RS Maringá)

Maringá: 3

Sarandi: 4

16ª Regional de Saúde (RS Apucarana)

Jandaia do Sul: 1

17ª Regional de Saúde (RS Londrina)

Londrina: 9

Rolândia: 1

19ª Regional de Saúde (RS Jacarezinho), são 13 casos em 2 municípios:

Carlópolis: 6

Jacarezinho: 7

20ª Regional de Saúde (RS Toledo)

Marechal Cândido Rondon: 1

Toledo: 3

Não há casos confirmados ou em investigação na 5ª, 7ª, 9ª, 10ª, 12ª, 13ª, 14ª, 21ª e 22ª regionais de Saúde.

Conteúdo relacionado: