Saúde notifica caso suspeito de coronavírus em Ibiporã

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   

A Secretaria de Saúde de Ibiporã, por meio do Setor de Vigilância Epidemiológica, informou na sexta-feira (13) que notificou o primeiro caso suspeito do novo coronavírus (Covid-19) no município. Trata-se de um jovem de 24 anos, com história de viagem a Portugal em 24 de fevereiro. O rapaz retornou ao Brasil no dia 4 de março, passando por Campinas e desembarcando em Londrina. Os sintomas iniciaram no dia 8 - febre e dor de garganta. O paciente foi atendido no Hospital Universitário (HU), em Londrina, no último dia 11. Atualmente, está em isolamento domiciliar, sem alteração no quadro clínico. A Vigilância Epidemiológica informa que foi realizada a coleta de exames e aguarda o resultado laboratorial Os contatos estão sendo monitorados diariamente, todos sem sintomas.

Divulgação

O caso suspeito da doença em Ibiporã ainda não consta no boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) ao meio dia desta sexta-feira (13). Segundo o boletim, cinco casos foram descartados em Curitiba e 18 novos suspeitos foram incluídos - Curitiba (3), São José dos Pinhais (1), Ponta Grossa (3), Foz do Iguaçu (1), Cascavel (3), Umuarama (1), Cianorte (1), Maringá (2), Londrina (3). Ao todo o panorama da doença no Estado soma 72 suspeitos, 34 descartados e seis confirmados (5 em Curitiba e 1 em Cianorte).

"Pedimos calma à população e profissionais de saúde e orientamos que pessoas que retornaram nos últimos 14 dias de localidades com grande número de casos, como Ásia, Europa, América do Norte e demais localidades indicadas pelo Ministério da Saúde, ou que tiveram contato com casos suspeitos ou confirmados, e que apresentem febre com ao menos um sintoma respiratório (tosse, coriza, falta de ar, etc) que procurem um dos serviços de saúde do município”, orienta a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Vanessa Luquini.

A Secretaria de Saúde recomenda que a pessoa informe se apresenta problemas respiratórias, para que possa receber a máscara e ser instruída sobre o uso. E, se for necessário, ela poderá aguardar reservadamente, em um local específico para atendimentos de pacientes suspeitos de terem contraído o coronavírus.

Vanessa acrescenta que a Epidemiologia está solicitando às equipes das Unidades Básicas de Saúde visitas domiciliares a pessoas que viajaram recentemente para o exterior e recebemos informações que podem estar sintomáticos.

De acordo com o secretário de Saúde, Paulo Zapparoli, as UBSs e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) possuem um protocolo em vigor para assistência dos pacientes com suspeita de contágio pelo Novo Coronavírus (COVID-19) e outras infecções transmissíveis. "Também solicitaremos a aquisição de mais materiais de proteção aos profissionais de saúde, a aquisição de novos equipamentos para o tratamento da doença e os insumos necessários para auxiliar na retaguarda dos atendimentos”, informa o secretário.

Medidas de prevenção

As dicas para se proteger contra o Coronavírus são simples de serem colocadas em prática:

- Lavar as mãos com água e sabão;

- Usar álcool em gel 70%;

- Cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir com um lenço descartável e lavar as mãos com água e sabão. Na falta de um lenço descartável, pode ser usado o antebraço; nunca as mãos;

- Evitar tocar no rosto após tocar em superfícies;

- Evitar aglomerações se estiver doente;

- Manter os ambientes bem ventilados;

- Não compartilhar objetos de uso pessoal

Conteúdo relacionado: