UEL convoca profissionais selecionados para Unidade de Retaguarda da Covid-19 do HU

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   

Os 190 profissionais de saúde que irão atuar na unidade de retaguarda para pacientes com Coronavírus do HU (Hospital Universitário) da UEL entregam a documentação pessoal e acadêmica nesta quinta (9) e sexta-feira (10), cumprindo a penúltima etapa do PSS (Processo Seletivo de Seleção) antes da assinatura dos contratos temporários e início das atividades, previstos para o final desse mês. Todo o procedimento será realizado obedecendo as recomendações das autoridades de saúde com uso obrigatório de máscara, aferição de temperatura e respeito à distância entre pessoas para evitar contágio.

Ricardo Chicarelli/Arquivo Folha

De acordo com edital de convocação divulgado nesta segunda-feira (6), os aprovados devem comparecer nesta quinta e sexta ao Anfiteatro do CBB (Centro de Ciências Biológicas), no Campus, em horário agendado, para a entrega do envelope com os documentos pessoais. Segundo o Pró-reitor de Recursos Humanos da UEL, Itamar Nascimento, após o recebimento da documentação comprobatória, a Comissão Examinadora deverá deferir os nomes dos aprovados e convocá-los para a realização dos exames médicos pré-admissionais a partir do dia 13. A data de assinatura dos contratos está prevista para a partir do dia 27 deste mês.

A UEL abriu as inscrições no último dia 23 de junho para contratação temporária de 190 Agentes Universitários - níveis superior e médio. O certame contemplou as seguintes funções e áreas de atuação: Assistente Social, Enfermeiro, Farmacêutico, Farmacêutico/Diagnóstico Molecular, Fisioterapeuta, Médico/Clínico, Médico/Intensivista (adulto), Médico/Intensivista (adulto rotineiro), Médico/Neonatologia, Médico/Pediatria, Médico/Intensivista Pediátrico, Médico/Infectologia Adulto, Médico/Pneumologista, Nutricionista e Psicólogo; Técnico-administrativo, Técnico em Enfermagem, Técnico em Laboratório/Análises Clínicas e Técnico em Radiologia. Os contratos são para seis meses, podendo ser renovados.

FÔLEGO

De acordo com informações da Diretora Superintendente do HU, Vivian Feijó, as novas equipes chegam em momento oportuno, quando Londrina e o restante do país enfrentam crescimento de casos da doença. Segundo ela, com os novos profissionais o HU da UEL se confirma como a segunda maior unidade de saúde especializada no tratamento de pacientes da Covid 19 no Paraná, com 359 leitos específicos. Ela lembra que o HU ampliou a quantidade de leitos de forma planejada, atendendo as Unidades de Terapia (UTIs) adulta e pediátrica, pulando de 291 para 359 leitos.

HISTÓRICO

O PSS é resultado do investimento de R$ 21 milhões para a estruturação de novos leitos no prédio da nova Maternidade do Hospital Universitário (HU/UEL) pelos próximos seis meses, exclusivamente para pacientes com Coronavírus. O pacote representou parte do esforço da SESA (Secretaria Estadual de Saúde) do Paraná para estruturar o sistema, visando o enfrentamento da pandemia. Segundo divulgou o próprio governo, em abril passado, uma parcela dos investimentos para prevenção e combate à COVID-19 vieram do fundo da ALEP (Assembleia Legislativa), que destinou R$ 37 milhões para as ações emergenciais de enfrentamento da doença.

Conteúdo relacionado: