Vereador é premiado no Paraná por projeto que garante carteira do autista

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   

Nesta semana, o vereador de Arapongas Fernando Henrique Oliveira (PSDB) foi premiado no concurso Prêmio Ações de Destaques da Uvepar (União de Vereadores do Paraná) pela criação do PL (Projeto de Lei) que institui a CIA (Carteira de Identificação do Autista). O objetivo da compensação é destacar iniciativas que tenham contribuído para o fortalecimento do Poder Legislativo nas Câmaras Municipais, o que visa estimular boas ações, bem como a melhoria da qualidade de vida da população.

iStock

O vereador afirma que criou o PL de instituição da CIA com o objetivo de assegurar e promover o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais de pessoas diagnosticadas com TEA (Transtorno do Espectro Autista). Segundo Oliveira, o foco central do PL é promover a inclusão social e a cidadania.

Oliveira conta que, em Arapongas, mais de 100 pessoas já receberam as carteirinhas de identificação. Para o vereador, "a CIA visa facilitar a identificação das pessoas autistas para que elas tenham assegurados todos os seus direitos, inclusive o do atendimento preferencial, haja vista que o autismo não é fácil de ser identificado por quem não tenha um contato direto".

Ao receber o prêmio em celebração realizada em Curitiba, o vereador se emocionou e agradeceu pelo reconhecimento. Entretanto, em seu discurso, afirmou que ainda pretende fazer muito pelas pessoas com TEA. Um dos projetos citados por Oliveira em benefício dessa população é a implementação efetiva da equoterapia, que utiliza cavalos para o desenvolvimento de pessoas autistas e pessoas que sofreram acidentes.