Sua máscara de tecido realmente te protege? UEL ensina dois testes simples para verificar

por Caroline Knup - Estagiária*
   

O uso das máscaras de tecido é uma importante medida de proteção e prevenção à Covid-19. Em Londrina, a população é obrigada por lei, desde 15 de abril, a usá-las fora de casa, como no transporte público, em lojas do comércio e até durante uma caminhada na rua.

Reprodução/Pixabay

Diante da necessidade do uso, muitas artesãs e costureiras começaram a produzir máscaras de tecido em casa. Contudo, é necessário que algumas regras sejam seguidas, como a dupla camada de tecido, que oferece maior proteção. Para que você possa verificar a eficiência das máscaras, a Renata Perfeito Ribeiro, professora do Departamento de Enfermagem da UEL (Universidade Estadual de Londrina), ensina dois testes simples.

O primeiro teste consiste em colocar a máscara contra a luz. Caso você consiga enxergar os feixes de luz passando pelo tecido, a peça não é segura. Contudo, se a luz não conseguiu passar pelo tecido, é eficiente para prevenir a contaminação pelo novo coronavírus.

Para o segundo teste, você vai precisar de uma vela acesa. Posicione-se a cerca de 15 centímetros de distância e tenta assoprar a chama. Caso a vela não se apague, a máscara está aprovada.

Assista ao vídeo divulgado nas redes sociais da UEL e veja como realizar os testes:

*Sob supervisão de Larissa Ayumi Sato.

Conteúdo relacionado: