Pousada italiana é acusada de discriminação em sinalização de banheiro

por Agência ANSA
   

Uma pousada do sul da Itália entrou no centro de uma polêmica ao ser acusada de separar um banheiro exclusivamente para os gays e de sinalizá-lo com uma figura discriminatória.

O caso ocorreu no bed and breakfast (B&B, um tipo de pousada bastante comum na Europa) "Le Camporelle", situado na província de Lecce, na Puglia (o salto da "bota" no mapa italiano), e foi denunciado pela "Lea", ONG que luta pelos direitos LGBT na região.

Na entrada dos banheiros do local, havia um cartaz que retratava uma mulher na cor rosa, um homem em azul e, sobre a palavra "gay", uma terceira figura que misturava os dois tons. "'Homem, mulher e gay', diz a entrada aos toilettes do local, com embaraçosos ícones que descrevem a etiqueta imposta pelos gestores", afirma uma nota da Lea.

"É alucinante que em 2017 existam casos desse tipo, onde se faz uma grande confusão entre identidade de gênero e orientação sexual", acrescenta o comunicado. Segundo os administradores da pousada, o cartaz estava coberto havia anos por uma placa fixada com pregos, mas alguém a removeu para "ter seu momento de glória".

"Nunca tivemos nada contra eles [os gays]", diz a Camporelle, que culpa os antigos donos da propriedade pelo painel discriminatório. "Ontem [13] descobrimos que havia sido adulterado e decidimos remover o cartaz para evitar novas instrumentalizações. Fizeram uma tempestade em copo d'água", afirmam os donos da pousada.