A HORA DO SHOW

   

Spike Lee, desde o início de sua carreira, sempre gostou de fazer experimentos técnicos em seus filmes. No ano 2000, com A Hora do Show, até por conta do baixo orçamento que dispunha, ele gravou utilizando câmaras mini DV. O roteiro dele próprio nos apresenta Pierre Delacroix (Damon Wayans). Ele trabalha em uma emissora de TV e é o único negro da equipe de redatores. Além disso, ele não suporta o comportamento de Thomas Dunwitty (Michael Rapaport), o chefe tirano da emissora. Com o intuito de ser demitido e, ao mesmo tempo, se vingar do patrão, ele propõe um novo programa que denunciaria a maneira como são tratados os negros na televisão americana. Para surpresa dele, o show não só é aprovado como se torna um grande sucesso de público. A Hora do Show aperta a ferida do preconceito racial e se coloca entre as grandes obras de seu diretor a abordar esse tema. Alguém já disse que o humor é a maneira mais eficaz de se mostrar uma injustiça. Se isso for mesmo verdade, Spike Lee acertou o alvo com bastante precisão.

A HORA DO SHOW (Bamboozled - EUA 2000). Direção: Spike Lee. Elenco: Damon Wayans, Jada Pinkett Smith, Savion Glover, Tommy Davidson, Michael Rapaport, Thomas Jefferson Byrd, Mos Def, Paul Mooney, Sarah Jones, Gillian White, Susan Batson e Coati Mundi. Duração: 135 minutos. Distribuição: New Line/Warner.