JOGADA DECISIVA

   

Terceiro filme de Spike Lee estrelado por Denzel Washington, Jogada Decisiva lida com uma das paixões de seu diretor e roteirista, o basquetebol. Tanto que inicialmente ele pensou no jogador Kobe Bryant para o papel de Jesus. A trama tem início com Jake Shuttlesworth (Washington) preso por ter matado a esposa. Ele recebe uma proposta inusitada do diretor da prisão: ele terá a pena reduzida se conseguir convencer seu filho, Jesus (o estreante Ray Allen), a jogar pela Universidade Big State. Para cumprir essa missão ele recebe uma "liberdade” provisória de uma semana. Justamente na semana que Jesus deve decidir entre diversas propostas tanto profissionais como de outras universidades que querem o talentoso jovem em seus times. A relação entre pai e filho nunca foi fácil. Seja por conta das constantes cobranças do pai treinador, e pior ainda, após a morte da mãe. Mas Spike Lee constrói muito bem sua teia de emoções familiares, ao mesmo tempo em que pontua os diversos interesses que rodeiam o "passe” de Jesus. Em tempo: este filme marca a estreia profissional de Rosario Dawson, que faz o papel de Lala.

JOGADA DECISIVA (He Got Game - EUA 1998). Direção: Spike Lee. Elenco: Denzel Washington, Ray Allen, Milla Jovovich, Rosario Dawson, Hill Harper, Zelda Harris, Ned Beatty, Jim Brown, Bill Nunn, Joseph Lyle Taylor, Thomas Jefferson Byrd, Roger Guenveur Smith, Lonette McKee e John Turturro. Duração: 136 minutos. Distribuição: Buena Vista.