NARCISO EM FÉRIAS

   

Caetano Emanuel Viana Teles Veloso surgiu no cenário musical brasileiro em 1967, junto com o movimento tropicalista. Em seu livro Verdade Tropical, autobiografia publicada em 1997, ele narra momentos decisivos de sua vida. Um desses momentos aconteceu no final do ano de 1968, mais precisamente a partir do dia 27 de dezembro, quando ele foi preso, junto com Gilberto Gil, pelo regime militar. Esse período de 54 dias é relatado em um dos capítulos do livro e é a base do tocante documentário Narciso em Férias, dirigido por Renato Terra e Ricardo Calil. Gravado em 2018, vemos aqui Caetano Veloso, sozinho em um espaço minimalista, às vezes com o violão à mão, intimista ao extremo, a nos contar com riqueza de detalhes aqueles quase dois meses em que esteve encarcerado em diferentes prisões, sem saber a razão e esperando por um interrogatório que nunca acontecia. Narciso em Férias nos revela o compositor e cantor em estado puro. A conhecida verborragia desse baiano de Santo Amaro se faz presente e é o fio condutor de sua própria memória e, em maior escala, da memória sombria da história recente de nosso país.

NARCISO EM FÉRIAS (Brasil 2020). Direção: Renato Terra e Ricardo Calil. Documentário. Duração: 84 minutos. Distribuição: Globoplay.