O FAROL

   

Segundo longa do roteirista e diretor canadense Robert Eggers, O Farol é uma excepcional resposta aos que acreditavam que o filme anterior do cineasta, A Bruxa, de 2015, havia sido "sorte de principiante”. Tanto este como o primeiro filme de Eggers foram coproduzidos pelo brasileiro Rodrigo Teixeira, da R/T Features, de São Paulo. Desta vez dividindo o roteiro com o irmão Max Eggers, temos em O Farol uma história que se passa no final do século XIX, em uma ilha da Nova Inglaterra, nos Estados Unidos. Lá funciona um farol sob a direção de Thomas Wake (Willem Dafoe). Ele recebe o jovem Ephraim Winslow (Robert Pattinson), contratado para ajudar nas tarefas diárias do lugar. A convivência dos dois não é das melhores e a solidão e os mistérios daquele pequeno e isolado local vão, aos poucos, alterando o estado mental de seus moradores. Filmado em belíssimo preto e branco com razão de aspecto de 1.19:1, o que confere um formato de tela bem quadrado, e, ao mesmo tempo, cria uma forte sensação de espaço apertado e claustrofóbico perfeito para o clima tenso que se estabelece. O diretor de fotografia Jarin Blaschke, que recebeu uma indicação ao Oscar da categoria por este trabalho, seguiu as orientações de Eggers, que se inspirou nos clássicos de terror do expressionismo alemão e demonstra, mais uma vez, total domínio da narrativa, além de um excelente diretor de atores. O duelo de interpretação travado por Dafoe e Pattinson prende nossa atenção da primeira à última cena, assim o fabuloso desenho de som e, claro, a impactante fotografia.

O FAROL (The Lighthouse - Canadá 2019). Direção: Robert Eggers. Elenco: Willem Dafoe, Robert Pattinson, Valeriia Karaman e Logan Hawkes. Duração: 109 minutos. Distribuição: Vitrine Filmes.