ROMA DE FELLINI

Federico Fellini nasceu em Rimini, de onde saiu 19 anos, em 1939. Em 1972, quando dirigiu Roma de Fellini, ele queria apresentar a cidade que o adotou. Com roteiro escrito por ele junto com Bernardino Zapponi, o filme é um belo e pessoal passeio pela Cidade Eterna. Fellini nos conduz com seu olhar único em uma jornada inesquecível pela capital da Itália. Não espere encontrar lugares-comuns. A narrativa não se ampara em uma estrutura cronológica tradicional. Temos o cineasta, em diferentes idades, chegando à Roma e nos mostrando tudo com seus olhos. Há também um momento metalinguístico onde o próprio Fellini aparece fazendo um filme dentro do filme e interagindo com as pessoas. A rotina da cidade e seus habitantes, além de lugares icônicos e de um fabuloso desfile de moda eclesiástica, sem esquecer das típicas personagens do universo felliniano. Roma de Fellini é uma declaração de amor do diretor à cidade que o acolheu e que ele tão bem projetou para o mundo com sua obra popular e sofisticada, autêntica e autoral, universal e única. Coisa de gênio. Em tempo: a atriz Anna Magnani fez aqui sua última aparição em um filme.

ROMA DE FELLINI (Roma - Itália 1972). Direção: Federico Fellini. Elenco: Britta Barnes, Peter Gonzales, Fiona Florence, Elisa Mainardi, Marne Maitland e Anna Magnani. Duração: 120 minutos. Distribuição: Versátil.