Como o coronavírus afetou o serviço do INSS

   

A pandemia do COVID-19 (novo coronavírus) alterou completamente a rotina das pessoas em Londrina, no Brasil e em todo o mundo. Para os aposentados, o Governo liberou alguns decretos e portarias para evitar o contágio entre as pessoas, e principalmente os idosos.

Pixabay

Para quem procurou os postos do INSS de Londrina nesta semana, conseguiu atendimento com agendamento até quarta (18), quinta e sexta-feira as perícias foram reagendadas para o final de abril. Para a semana que vem, a partir do dia 23 de março, o INSS não realizará atendimento presencial e todos os serviços serão realizados de forma online, conforme informação que consta no site.

"Entretanto, é possível realizar todas as operações disponíveis no Portal Meu INSS, inclusive pedidos de aposentadoria e acompanhamento de protocolo”, explica a advogada de Londrina especialista em direito previdenciário, Renata Brandão Canella. Neste link você encontra todas as informações de como acessar o Meu INSS para os segurados. O INSS divulgou que, para as perícias, todos os documentos, atestados e exames podem ser anexos pelo Portal Meu INSS ou INSS Digital que serão revisados de forma online pelos médicos peritos.

"Os postos do INSS vão manter um funcionário para atendimento telefônico e dúvidas, mas nenhum atendimento será presencial. Os servidores trabalharão de casa, onde farão análise de todos os benefícios já protocolados que estão atrasados”, aponta Renata. É possível tirar dúvidas e realizar procedimentos pelo telefone 135.

Os processos de aposentadoria e revisão continuarão sendo analisados pelos servidores do INSS, "tudo andará normalmente, inclusive implantações de aposentadorias, revisão, etc, sem a necessidade do comparecimento presencial”, diz a advogada que também tem sua equipe trabalhando em home office. Os advogados também conseguem realizar protocolos de pedidos de aposentadoria, pensão, revisão, todo tipo de aposentadoria pelo portal INSS Digital.

Já o benefício assistencial ao idoso e deficiente ficará neste período sem a necessidade do cadastro no CAD Único, por tempo indeterminado.

Outro serviço suspenso por 120 dias (final de julho) é o da prova de vida que é feita nos bancos. Para quem tinha prova de vida agendada, poderá comparecer ao banco depois deste período para realizar.

Para aliviar as contas, o INSS irá antecipar a primeira e a segunda parcela do 13º salário, que cairá em abril e maio, para aposentados e pensionistas.

Assista ao vídeo para saber mais: