11 dicas para evitar incêndios em casa durante a quarentena

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   

Com a pandemia do Covid-19, muitas pessoas seguem as orientações da OMS e permanecem em casa. Além dos cuidados redobrados com a sua saúde e higiene, os equipamentos elétricos e aparelhos domésticos também devem ganhar a sua atenção. Segundo as estatísticas, 95% dos acidentes residenciais são gerados por descuidos ou falta de manutenção.

Divulgação

Para garantir o bem-estar e a preservação da sua casa, Carlos Henrique dos Santos, especialista internacional em Gerenciamento a Emergências e Prevenção de Riscos da Sprink, empresa de Gerenciamento de Riscos separou 11 dicas principais dicas de prevenção a incêndio.

- Não deixe celulares e laptops ligados à energia por longo período, principalmente ao dormir;

- Não deixe isqueiros e fósforos em local de fácil acesso para as crianças ;

- Não fume em locais indevidos, principalmente sobre a cama ou o sofá ;

- Não descarte bitucas de cigarros acesas ;

- Não deixe panelas e ferros de passar roupa ligados sem a devida supervisão ;

- Não deixe velas acesas próximo ou sobre materiais de fácil combustão - uma boa solução é pôr a vela dentro de um copo alto ;

- Não ligue vários equipamentos em um mesmo ponto utilizando benjamins ou os chamados Tês. Se for preciso conectar mais de um aparelho em uma mesma tomada, opte pelo filtro de linha (régua)

- Não utilize equipamentos de 20A em tomadas para 10A, nem com adaptador. A tomada de 10A tem o orifício menor do que a de 20A, exatamente para que os plugs de 20A - mais grossos e que exigem uma amperagem maior - não sejam utilizados em tomadas de 10A ;

- Faça verificações periódicas das condições do sistema elétrico da sua residência, de preferência com o suporte de uma empresa ou de um profissional especializado. Fios, disjuntores e tomadas devem ser avaliados para que não haja superaquecimento ou eventuais fagulhas;

- Procure conhecer as rotas de fuga do local onde você mora;

- Tenha em mente os telefones de emergência: Bombeiro Militar (193) e Samu (192).

.

Conteúdo relacionado: