Corinthians se recupera e vence Sport pelo Brasileiro

por Folhapress
   
Reprodução/Instagram

Depois de o Corinthians ter sido goleado pelo Palmeiras, por 4 a 0, na última segunda (18), Vagner Mancini justificou o placar como um "acidente de percurso". Para provar a tese do treinador, o time alvinegro precisava de uma atuação convincente diante do Sport, nesta quinta (21), e assim o fez.

Na Neo Química Arena, a equipe corintiana venceu por 3 a 0, num duelo em que voltou a apresentar um futebol ofensivo, com maior posse de bola, triangulações rápidas, sobretudo pelo lado direito, além de marcar o adversário com suas linhas adiantadas, como vinha fazendo antes do dérbi.

Era a resposta imediata que o Corinthians precisava dar para não deixar que a derrota vexatória diante do time alviverde pudesse colocar o time em crise e complicar ainda mais a busca por uma vaga na Libertadores.

Agora, os corintianos somam 45 pontos, em oitavo, com seis a menos do que o Grêmio, o sexto, com 51 e o último time na zona de classificação para o torneio continental.

A escalada do time do Parque São Jorge em busca da parte de cima da tabela passa, em grande parte, por ótimas atuações de Cazares. Diante do Sport, o camisa 10 foi o novamente o principal armador da formação alvinegra, ditando o ritmo do meio de campo.

A atuação dele teve como melhor momento o passe perfeito para Gustavo Mosquito abrir o placar ainda no primeiro tempo, aos 33 minutos.

O placar refletia a pressão dos donos da casa, que tiveram 69% de posse de bola e dez finalizações contra duas do rival. A postura alvinegra se repetiu na segunda etapa. Logo no primeiro minuto, Mateus Vital fez o segundo gol, com uma finalização de fora da área após bela jogada individual.

A pedido de Vagner Mancini, mesmo com a vantagem, o Corinthians seguiu pressionando no campo de ataque. E foi assim que chegou ao terceiro, aos 34 minutos, quando Fagner, flutuando pelo meio campo, serviu Jô, dentro da área. O atacante finalizou duas vezes antes de mandar a bola para a rede.

Nos minutos finais, com o Sport sem reação, o time alvinegro apenas administrou o placar. Na próxima rodada, a equipe corintiana vai encarar o Red Bulll Bragantino, na segunda-feira (25), em Itaquera. Já o time de Recife pega o Bahia, no domingo (24).

Estádio: Neo Química Arena, em São Paulo

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)

Auxiliares: Rafael da Silva Alves (Fifa-RS) e Michael Stanislau (RS)

VAR: Vagner Reway (PB)

Gols: Gustavo Mosquito, aos 33min do 1º tempo; Mateus Vital, a 1min do 2º tempo; e Jô, aos 34min do 2º tempo

Cartão amarelo: Léo Natel (COR)

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Jemerson (Marllon) e Fábio Santos; Camacho (Cantillo) e Ramiro (Xavier); Gustavo Silva (Léo Natel), Cazares e Mateus Vital (Everaldo); Jô. T.: Vagner Mancini

SPORT

Luan Polli; Raul Prata (Ewerton), Iago Maidana, Adryelson e Sander; Marcão (Gustavo), Ronaldo Henrique (Bruninho) e Betinho (Ricardinho); Patric, Thiago Neves e Dalberto (Mikael). T.: Jair Ventura

Conteúdo relacionado: