Fla-Flu lidera lista de conteúdos mais populares do YouTube no Brasil

por Folhapress
   
iStock

O jogo entre Flamengo e Fluminense na final do campeonato carioca, em 15 de julho, que deu ao time rubro-negro o 36º título estadual, lidera o ranking dos vídeos em alta em 2020 no YouTube. De acordo com a plataforma, a lista leva em conta dados de 1º de janeiro a 15 de novembro e exclui videoclipes (encabeçado por Marília Mendonça), trailers e vídeos infantis.

A partida foi alvo de disputa também fora do campo, relacionada aos direitos de transmissão. Acabou sendo exibida com exclusividade pela FluTV, o canal oficial do time no YouTube, e na época bateu o recorde de visualizações simultâneas na plataforma (3,6 milhões).

A confusão que tirou o jogo da TV começou com a Medida Provisória 984, publicada pelo governo Jair Bolsonaro (sem partido) no dia 18 de junho. Ela passou a determinar que os direitos de exibir o jogo ou negociar sua transmissão pertencem ao clube mandante do confronto, e não aos dois envolvidos nele, como previa a Lei Pelé até então.

Como o Flamengo era o único time do torneio sem contrato firmado com a Globo, logo usou a MP e passou a exibir seus jogos como mandante em plataforma própria. Após o clube fazer isso pela primeira vez, na partida diante do Boavista, em 1º de julho, a emissora rescindiu unilateralmente o contrato com as demais equipes e a Ferj, válido até 2024, abrindo mão de transmitir o campeonato.

Esse jogo deu à FlaTV, canal oficial do clube no YouTube, o segundo lugar do ranking de vídeos em alta no ano. Na ocasião, foram 2,2 milhões de pessoas assistindo à partida ao mesmo tempo na plataforma.

Só em terceiro lugar aparece um vídeo do humorista Whindersson Nunes, 25, o primeiro da lista a não pertencer ao mundo dos esportes. Na sequência, aparece uma live do influenciador Felipe Neto, 32, jogando Minecraft.

O YouTube também divulgou quais foram os canais brasileiros que ganharam mais inscritos. A lista de Top Creators exclui canais de artistas, marcas, empresas de mídia e conteúdo infantil.

O ranking é encabeçado por Nobru, um dos mais conhecidos jogadores de "Free Fire". Também aparecem nomes como Felipe Neto e Whindersson Nunes.

Outra lista interessante é a dos Breakout Creators, os canais que tiveram crescimento expressivo, chegando a triplicar de tamanho durante o ano. A cantora Simone Mendes, da dupla Simone e Simaria, aparece em segundo lugar nesse ranking, atrás apenas do canal Loud Thurzin, mais um streamer de "Free Fire", que faz parte da bombadíssima equipe Loud.

Conteúdo relacionado: